sexta-feira, 7 de março de 2014

ABUSO: Juíza do RJ é investigada por decidir processo em que ela mesma era autora

APURAÇÃO DE CNJ E TJ-RJ

Olha a carinha de anjo. Diz ela que "não viu que se tratava de ação com o nome dela"
Uma juíza do Rio está sendo investigada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e pela Corregedoria do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) por julgar processos em que ela mesma aparecia como autora. As informações são da “Folha de S. Paulo”.

A magistrada aparece como autora e julgadora de quatro processos. Os casos são semelhantes: sentindo-se lesada por alguma empresa, Sílvia Criscuolo entrava com uma ação pedindo indenizações. Os casos tramitavam nos JECs (Juízados Especiais Cíveis), por terem o valor da causa inferior a 20 salários mínimos (cerca de R$ 14,5 mil). Nesses processos, a juíza recebeu indenizações que variaram entre R$ 633,92 e R$ 10 mil.

Leia AQUI na íntegra: 

Postar um comentário