sábado, 12 de março de 2016

Lava Jato promete investigar vazamento que ela mesma fez.





04/03/16

Não deveria ser surpresa para ninguém a materialização da 24a fase da Operação Lava Jato, antecipada por este blog na sexta-feira da semana passada (26/02) no post Confira prova de que Lava Jato e mídia formam uma polícia política, e no último domingo (28/02), no post Lava Jato prevê “busca e apreensão” em imóveis de Lula e família.

É óbvio que todos os dados informados nas duas matérias não poderiam ter saído da cabeça deste blogueiro, ainda que alguns tenham sido suficientemente estúpidos>>><<< para alardear que eu teria inventado 43 nomes de empresas e pessoas que tiveram seus sigilos fiscal, bancário e telemático quebrados a pedido da Operação Lava Jato e que era iminente operação de busca e apreensão nas residências e escritórios de Lula e de seus familiares.

Quem ainda tiver alguma dúvida, basta conferir os nomes das pessoas que foram alvo da 24a fase da Lava Jato, nesta sexta-feira. São exatamente os mesmos divulgados por esta página.

Nesse aspecto, chama atenção coletiva de imprensa dada por expoentes da Lava Jato e transmitida pela Globo News na manhã desta sexta-feira. A entrevista foi conduzida pelo procurador do MPF Carlos Fernando Lima e pelo delegado Igor Romário de Paula (aquele que fez campanha eleitoral para Aécio Neves em 2014).

Na coletiva em questão, tanto o promotor Carlos Fernando Lima quanto o delegado Igor Romário de Paula queixaram-se de “vazamentos para blogs” que “prejudicaram” as investigações, e prometeram “investigar” esses vazamentos.

Nesse aspecto, acredito que posso ajudar a Lava Jato oferecendo a ela provas de que quem vazou sua 24a fase foi ela mesma, já que na noite de 24 de fevereiro este Blog foi informado de que toda a imprensa paulista já tinha cópia da decisão 5005896-77.2016.404.7000, emitida pelo magistrado Sergio Moro no dia 23 de fevereiro de 2016.

Por diversas vezes, na entrevista, o delegado e o promotor se queixaram dos “vazamentos para blogs”. Para blogs uma conversa, foi para este Blog. E o vazamento só ocorreu porque TODA A IMPRENSA DE SÃO PAULO – e este blog suspeita que também a do Rio, porque a Globo não ficaria de fora – recebeu cópia da decisão do juiz Moro.

Aliás, chega a ser ridículo que a Lava Jato, que se caracteriza por vazamentos incessantes desde a sua primeira operação, venha agora reclamar de “vazamentos”. Todas as ações da Operação foram antecipadas pela grande imprensa. Até nomes de investigados sob segredo de Justiça vêm sendo sistematicamente vazados, contanto que sejam petistas ou aliados do PT.

Eis, portanto, uma oportunidade perfeita para que esses vazamentos ilegais sejam combatidos.

Quanto à prisão de Lula, foi apenas um espetáculo. O procurador Carlos Fernando Lima declarou que não há nada de mais concreto contra ele e o delegado Igor Romário de Paula atribuiu a condução coercitiva do ex-presidente a “intenção de protegê-lo” de supostos choques entre seus partidários e os que não gostam dele.

Tradução: produzimos material político para a campanha eleitoral de 2018.

Ainda não rolou a famosa foto que eles perseguem, a de Lula preso e algemado. Mas podem ter certeza de que se for necessário algemá-lo eles ainda o farão nem que seja por cinco minutos, tempo suficiente para fotografarem. Afinal, essa narrativa criminalizadora do ex-presidente já faz parte da campanha eleitoral de 2018.

Contudo, na opinião deste Blog nada disso será suficiente. Ao longo dos próximos anos, vai ficar muito claro para o país que o que está havendo é um golpe político que se vale de órgãos de Estado para beneficiar grupos políticos, econômicos e partidários. E a despeito de toda esse ataque à democracia, Lula irá se eleger presidente de novo.

Quem viver, verá.

Fonte: http://www.blogdacidadania.com.br/2016/03/lava-jato-promete-investigar-vazamento-que-ela-mesma-fez/

Postar um comentário